SUS passa a oferecer novo exame para hepatite C

Exame irá facilitar o diagnóstico aos pacientes que irão utilizarão remédios contra a doença.

O SUS (Sistema Único de Saúde) incorporou um novo exame para avaliar o grau de comprometimento do fígado dos pacientes com hepatite C. A elastografia hepática ultrassônica integra o novo protocolo clínico e diretrizes terapêuticas da hepatite C. A portaria, que estabelece sua incorporação na rede pública de saúde, foi publicada no Diário Oficial da União.

De acordo com o Ministério da Saúde, o exame irá facilitar o diagnóstico aos pacientes que irão utilizar os novos medicamentos para o tratamento da hepatite C (sofosbuvir daclatasvir e simeprevir), incorporados recentemente ao SUS. A elastografia é efetiva para o diagnóstico e definição do estágio da fibrose hepática quando comparada à biópsia hepática — atual padrão de diagnóstico — pois possui níveis de sensibilidade e especificidade significativas, com a vantagem de ser um exame indolor e não invasivo.

hepatiteC

O diretor do Departamento de Aids e Hepatites Virais, do Ministério da Saúde, Fábio Mesquita, disse que essa incorporação é mais um importante avanço que tem como objetivo ampliar e melhorar, cada vez mais, a assistência prestada aos pacientes com hepatite C.

— Com esse exame e com os novos medicamentos, o sistema público brasileiro passará a oferecer o que há de mais moderno no diagnóstico e tratamento da doença.

A previsão é que o novo exame esteja disponível para os usuários do SUS em até 180 dias. Os softwares, que serão instalados nos equipamentos de ultrassonografia já existentes na rede do SUS, serão adquiridos pelo Ministério da Saúde.

A incorporação do exame foi recomendado pela Conitec (Comissão de Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *