Ativo-1-1-scaled.jpg
19/maio/2021

A amamentação é um momento importante para a saúde e o desenvolvimento do recém-nascido, porém pelos mais variados motivos alguns bebês não conseguem se amamentar.

É ai que entra em ação os Bancos de Leite Humanos, abastecidos por doações de mães que produzem além do necessário para seus filhos.

Doar é essencial para salvar vidas. Um litro de leite humano pode ajudar em média 9 recém-nascidos internados.

Veja outras postagens


1-PORQUE-SE-PREOCUPAR-scaled.jpg
19/maio/2021

A saúde da sua equipe de trabalho é um dos fatores determinantes para melhorar o ambiente de trabalho e promover o engajamento na empresa.

O conceito é bem claro: quanto mais saudável e confortável seu colaborador estiver, mais produtivo ele será em suas tarefas.

Empresas como Google, Apple e Microsoft investem cada vez mais em programas inovadores visando o bem-estar dos seus colaboradores.


A Provisa acredita no impacto que um colaborador saudável e feliz causa em seu trabalho. Conte com a gente para cuidar de seu colaborador!


Fale conosco e conheça nossos serviços!

Telefone: (92) 3584-5291
WhatsApp: (92) 98434-8559

Email: provisa@provisa.com.br

Veja outras postagens


Triagem-Covid19-Capa-post-site1.png
20/abr/2020

Ficar em casa e só sair se realmente for necessário está entre as principais recomendações da OMS (Organização Mundial de Saúde) e do Ministério da Saúde. No Brasil, devido à quantidade de testes disponíveis ser limitada, também é recomendado só ir ao hospital ao presentar sintomas graves, como dificuldade de respirar e febre alta.

Do mesmo modo que são necessárias, tais recomendações também causam ansiedade em parte da população que tem apresentado os sintomas leves do Covid-19. Levando a indagações como: “Devo ir ao hospital?” ou “Há necessidade de ir e me expor à contaminação ou expor outras pessoas caso eu esteja contaminado?”.

Pensando em situações como essas, a Provisa disponibilizou gratuitamente uma triagem online. Veja como funciona e como fazer a seguir:

 

1. Atendimento rápido e sem sair de casa

A triagem dura cerca de 5 minutos. Por ser online, você pode fazê-la de casa ou do trabalho, evitando exposições desnecessárias.

 


 

2. Te direcionamos  para o lugar certo

Você será orientado quanto à necessidade de ir ou não ao hospital. Nosso sistema indicará a melhor medida a ser tomada, de acordo com os sintomas que você relatar.

 


3. Apoio psicológico

Disponibilizamos suporte psicológico para ajudar você a lidar com suas emoções e preservar a sua saúde mental nesta fase em que vivemos.

 


4. Como fazer a triagem

  • Preencha os dados solicitados;
  • Responda às perguntas do chat;
  • Descubra o resultado da triagem;
  • Se necessário, nossa equipe de serviço social entrará em contato com você após a triagem.

 


 

CLIQUE AQUI PARA FAZER A TRIAGEM

 


 

 


780x460_30_1.jpg
14/abr/2020

Dinâmico e de fácil acesso, o serviço faz parte dos investimentos da empresa para diminuir os casos da doença no Brasil

Está com sintomas da Covid-19? Não saia de casa. CLIQUE AQUI para fazer sua teleconsulta. Caso apresente coriza, tosse seca, febre, falta de ar, dor no corpo ou dor de cabeça, você pode fazer uma teleconsulta por vídeo com um dos médicos pelo site do Hapvida. Em breve, também será possível acessar pelo aplicativo. Essa é mais uma iniciativa do Sistema Hapvida, desenvolvida pelas equipes internas da empresa, como Inovação, TI e Diretoria de Gestão Empresarial (DGE), além da Maida.health, holding de tecnologia do sistema Hapvida, para acompanhar a saúde dos clientes e, junto com a população, combater o novo coronavírus.

Para o paciente ter acesso ao serviço oferecido pelo Hapvida, basta acessar o link http://bit.ly/consultacoronavirus, pedir para realizar uma consulta de urgência e seguir os protocolos.

O serviço funciona todos os dias, 24h. A ideia dessa iniciativa é ser um suporte a mais para os clientes e evitar a ida desnecessária para uma unidade hospitalar quando apresentar sintomas que podem ser tratados em casa. Vale reforçar a recomendação do Ministério da Saúde de só ir ao hospital ou pronto atendimento em casos de urgência para evitar contágio com outras doenças.

Segundo o diretor corporativo de telemedicina do Sistema Hapvida, José Luciano Monteiro, é importante investir nas mais diversas áreas da medicina para conter essa pandemia. A teleconsulta por vídeo será útil nesse momento por ser mais um suporte para os clientes. Todos nós precisamos seguir as recomendações do Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde (OMS).

Inovação

A solução foi desenvolvida pela Maida.health, a partir de inteligência própria em telemedicina e plataforma existentes no mercado, para que pacientes suspeitos de Covid-19 possam ter uma alternativa médica segura.

De acordo com o Gerente de Produtos da Maida.health, Luiz Gonzaga, a teleconsulta sempre foi uma aposta da empresa, que após a regulamentação do Ministério da Saúde se tornou possível. “Aliamos a tecnologia de mercado ao nosso time de médicos e gestores para oferecer uma plataforma completa, ou seja, teleconsulta direta, com suporte a prontuário, seguimento multiprofissional, prescrição validada por certificados digitais, médicos treinados e acompanhados, indicadores de performance etc. O objetivo aqui é entregar de forma digital a mesma experiência que você tem em uma consulta real, não apenas a conversa com o médico”, explica.

 

Fonte: https://www.hapvida.com.br/site/noticias/hapvida-amplia-rede-de-teleconsulta-para-combater-covid-19


Plano-de-saúde-com-hospitais-ganha-mercado.jpg
02/ago/2019

Operadoras de planos verticalizadas como Hapvida e NotreDame Intermédica já levantaram no mercado R$ 16,2 bilhões

 

As operadoras de planos de saúde verticalizadas Hapvida e NotreDame Intermédica levantaram no mercado R$ 16,2 bilhões desde a oferta inicial de ações (IPO), ambas realizadas em abril de 2018. Nesse período, tanto Hapvida quanto Intermédica fizeram três captações com forte demanda de investidores e boa parte dos recursos levantados está sendo destinada a aquisições. Esse interesse do mercado financeiro pelas operadoras verticalizadas – há alguns anos consideradas o “patinho feio” do setor – ocorre porque o controle de custos tornou-se crucial nessa área.

A “inflação médica” é cerca de quatro vezes superior ao IPCA. Não à toa, operadoras sem rede própria de hospitais vêm tentando adotar novos modelos de remuneração.


Os primeiros reflexos desse cenário já começam a surgir. As seguradoras de saúde, que não podem ter rede própria, estão criando modalidades de planos com uma rede menor de prestadores de serviços, o que facilita o controle dos custos. Bradesco Saúde e SulAmérica lançaram modalidades de seguro saúde em que a maior parte dos hospitais, clínicas oncológicas e laboratórios de medicina diagnóstica credenciados pertence à Rede D’Or, dona de 45 hospitais.


Fonte: Valor Investe



percentual-de-reajuste-ans-2019-provisa-04.png
24/jul/2019

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou nesta terça-feira (23/07) o percentual máximo de reajuste que poderá ser aplicado nas mensalidades dos planos de saúde individuais ou familiares com aniversário no período de maio de 2019 a abril de 2020. O índice foi estabelecido em 7,35%. A decisão será publicada no Diário Oficial da União em 24/07.

Para chegar a esse percentual, a ANS utilizou, pela primeira vez, uma metodologia de cálculo que combina a variação das despesas assistenciais com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – retirando-se deste último o item Plano de Saúde. Esse modelo baseia-se diretamente no segmento de planos individuais e tem um componente que transfere a eficiência média das operadoras para os beneficiários, resultando na redução do índice de reajuste. Os dados enviados pelas operadoras são auditados e a base é pública, conferindo, assim, maior transparência e previsibilidade.

“Este ano, trouxemos para o cálculo do reajuste um elemento muito importante, que é o Fator de Ganhos de Eficiência (FGE). Além de ser um incentivo para que as operadoras melhorem a gestão de seus negócios, o FGE evita que haja um repasse automático dos custos das empresas aos consumidores”, destaca o diretor de Normas e Habilitação dos Produtos da ANS, Rogério Scarabel.

Veja aqui como ficará sua mensalidade caso seja aplicado o percentual máximo de reajuste autorizado pela ANS.

O percentual divulgado pela ANS é o máximo que pode ser aplicado pelas operadoras: elas podem aplicar percentuais mais baixos, mas são impedidas de aplicar percentuais mais altos. O reajuste é válido para os planos de saúde individuais ou familiares médico-hospitalares contratados a partir de janeiro de 1999 ou adaptados à Lei nº 9.656/98. Atualmente, compreende cerca de 17% do total de beneficiários em planos de assistência médica, ou seja, aproximadamente 8 milhões de usuários, de acordo com dados referentes a maio de 2019.

Os beneficiários de planos individuais devem ficar atentos aos seus boletos de pagamento e observar:

  • Se o percentual de reajuste aplicado é igual ou inferior ao definido pela ANS;
  • Se a cobrança com o índice de reajuste está sendo feita a partir do mês de aniversário do contrato, que é o mês em que o contrato foi firmado.

Somente as operadoras autorizadas pela ANS podem aplicar reajustes, conforme determina a Resolução Normativa nº 171/2008.

Entenda a nova metodologia de cálculo

Este ano, a ANS está utilizando uma nova metodologia para calcular o percentual máximo de reajuste dos planos individuais ou familiares. Fruto de estudos efetuados pela Agência ao longo dos últimos oito anos e amplamente discutido com o setor e a sociedade, o novo Índice de Reajuste dos Planos Individuais (IRPI) combina o Índice de Valor das Despesas Assistenciais (IVDA) com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), retirando-se deste último o subitem Plano de Saúde.

Assista ao vídeo sobre a metodologia de planos individuais ou familiares

O IVDA reflete a variação das despesas com atendimento aos beneficiários de planos de saúde, enquanto o IPCA incide sobre custos de outra natureza, como despesas administrativas. Na fórmula, o IVDA terá peso de 80% e o IPCA de 20%. A fórmula do IVDA tem três componentes: a Variação das Despesas Assistenciais (VDA), a Variação da Receita por Faixa Etária (VFE) e o Fator de Ganhos de Eficiência (FGE). A VFE deduz a parcela da variação de despesas das operadoras que já é recomposta pelos reajustes por mudança de faixa etária. Já o FGE é um índice de eficiência apurado a partir da variação das despesas assistenciais, transferindo para os consumidores a eficiência média do setor e evitando um modelo de repasse automático da variação de custos.

 


Fonte: http://www.ans.gov.br/aans/noticias-ans/consumidor/5080-ans-limita-em-o-reajuste-de-planos-de-saude-individuais-ou-familiares


 


ENDEREÇO

Rua Jacira Reis, 1019 – Conj. Kissia – Dom Pedro
Manaus – AM, 69040-270

Torre Norte, Av. das Nações Unidas, 12901 – Brooklin Paulista
São Paulo, 04578-910

Rua Dr. João Colin, n°1285 – América
Joinville – SC, 89204-001

CONTATO

(92) 3584-5291

(47) 3305-9754

provisa@provisa.com.br

Copyright 2021. All rights reserved.