Dia do Cardiologista: a importância de cuidados com o coração

Comemorado hoje, dia 14 de agosto, o Dia do Cardiologista remete aos cuidados necessários e indispensáveis para a saúde do coração e prevenção de possíveis doenças cardiovasculares. A data é marcada desde 2007 e foi escolhida pela Sociedade Brasileira de Cardiologia, para que a população lembre sempre da importância da atuação desse profissional.
A Cardiologia é uma das áreas da medicina mais conhecidas pela sociedade e também uma das mais divulgadas nos meios de comunicação. Esse campo trata do estudo da funcionalidade, das doenças do coração, dos grandes vasos sanguíneos e sistema circulatório. Qualquer pessoa, em qualquer idade e lugar necessita dos serviços oferecidos pelo médico cardiologista, independentemente do seu tipo de vida, seja ela atleta ou sedentária, é sempre bom fazer exames cardiológicos regularmente, porque as doenças que acometam o coração são muitas.
Arritmia cardíaca, hipertensão arterial, insuficiência cardíaca, doenças da aorta, tumores cardíacos, miocardiopatia, endocardite, infarto do miocárdio, dentre outras, fazem parte do quadro de doenças que atingem o coração.
O coração é um dos sistemas mais importantes do corpo humano, é através dele que o sangue é bombeado para o resto do corpo, assim mantendo todos os outros órgãos funcionando. Os tratamentos cardíacos podem ser clínicos ou cirúrgicos, mas as orientações nos dois casos são as mesmas: uma boa alimentação, exercícios físicos regularmente, qualidade de vida e avaliações cardiológicas periódicas para manter a saúde  dos vasos sanguíneos e do coração, pois qualquer complicação deste órgão vital pode levar à morte.
Entretanto, está errado quem pensa que o cardiologista só cuida da doença em si. Segundo o médico Victor Lira, graduado pela USP de Ribeirão Preto, com especialização em Cardiologia pela Beneficência Portuguesa, os melhores resultados de tratamento cardiológicos são conseguidos através da cardiologia preventiva, ou seja, tratar os pacientes antes que a doença aconteça.
“A principal função da cardiologia preventiva é tratar os fatores de risco, diminuindo ou mesmo evitando a chance deste paciente desenvolver uma doença do coração. Não existe uma idade específica para iniciar o tratamento com o cardiologista. Na infância, se a criança apresentar sopro cardíaco, cansaço, cianose ou falta de ar; pelo menos uma vez na adolescência para avaliar peso, colesterol e pressão arterial; e na vida adulta de acordo com os fatores de risco encontrados”, conta.
“Procurar o cardiologista somente quando infarta, tem pressão alta ou colesterol alto, é um erro, pois já se perdeu muito tempo de tratamento. A prevenção das doenças cardiovasculares é a cardiologia do futuro ”, acrescenta Victor Lira. Além disso, sentimentos positivos, vida ativa, prática de dança e outras formas de movimentação corporal são fatores preponderantes na cardiologia preventiva. O cuidado com o coração é extremamente necessário, ações voltadas para a melhoria da qualidade de vida estão fazendo cada vez mais a diferença.


Provisa Seguros

Provisa Tower

Av. Jacira Reis, 1029 – Conj. Kissia, Dom Pedro I.

69040-270 – Manaus, AM

Facebook | Instagram


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *