Programa da Amil incentiva uso consciente do plano de saúde

Melhor orientação e assistência coordenada aos clientes reduzem desperdícios

Número excessivo de exames, de idas ao pronto atendimento e de clientes perdidos em consultas com diversos especialistas, sem resolução dos seus problemas, é um cenário recorrente no sistema de Saúde Suplementar no Brasil, principalmente com uma parcela de clientes – de 1% a 10% da carteira das operadoras. Esses usuários são identificados como high users, ou seja, aqueles que utilizam com maior frequência os serviços do convênio médico.

Na Amil, 1% dos usuários responde por cerca de 40% dos custos de toda a carteira da operadora. Esse levantamento foi realizado a partir da análise dos dados de todos os beneficiários, disponíveis no sistema desenvolvido pela própria operadora. Para mudar esse quadro, a Amil passou a entrar em contato com esse grupo de high users, convidando-os a participar de um programa de cuidados coordenados, com orientação individualizada e atendimento presencial, nos Clubes Vida de Saúde – unidades assistenciais localizadas em 15 endereços nos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo. A iniciativa conseguiu engajar, num primeiro momento, 19 mil clientes.

“Queremos um dia a dia com melhor acolhimento dos usuários, atenção ao cuidado global e maior organização do nosso atendimento. Com isso, poderemos, cada vez mais, favorecer o fluxo de processos de acordo com as necessidades dos pacientes”, afirma José Waldir Leopércio Júnior, gerente da Diretoria de Gestão de Saúde (Digs), da Amil.

O programa engloba desde a indicação do médico de referência mais próximo da casa ou do trabalho do paciente até o acompanhamento regular dos seus problemas de saúde, o que inclui orientações sobre procedimentos mais eficazes de acordo com a doença e a medicina baseada em evidências científicas. O objetivo é que o beneficiário seja atendido pelo médico de família, com um olhar global para melhora dos resultados clínicos e, consequentemente, redução dos custos. “Com a criação dos Clubes Vida de Saúde, toda a gestão de saúde do paciente passou a ser realizada nesses espaços, referência em cuidados”, esclarece o gerente.

Além dos atendimentos presenciais, o programa inclui cuidado remoto, em que o usuário recebe, periodicamente, ligações para controle da sua saúde e orientações específicas. Ele também pode ligar para a Amil, por meio de um número de telefone específico, para tirar dúvidas e obter orientações em relação a sintomas, como utilizar medicações prescritas pelo seu médico, os tipos de cuidado mais adequados e unidades de emergência ou do Clube Vida de Saúde mais próximas para atendimento. “Os desafios são muitos, mas queremos cuidar das pessoas de forma mais próxima, ajudando-as, de fato, a viver de forma mais saudável”, finaliza José Waldir.


Fonte:News | Amil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *